© 2019 Vania Abreu  /  Fotos: Edson Kumasaka

 Vania Abreu nasceu em 30 de maio de 1967 na cidade de Salvador.   Sua trajetória foi percorrida passo a passo, cantou em bares e em trios elétricos, participou de grupos musicais e festivais, fez 'backing-vocals', ... antes de poder produzir seus próprios discos.

Com seu primeiro grupo em Salvador, a Banda BISS, lançou um LP em 1991 e fez-se notar na cena carnavalesca até 1994, quando ganhou o prêmio de banda revelação pelo Troféu Dodô & Osmar pelo carnaval de 1993.

A cantora baiana mudou-se para São Paulo em 1995, onde vive desde então e em sua carreira solo produziu um total de 08 álbuns: Vania Abreu (Warner Music, 1995); Pra Mim (Warner Music, 1996); Seio da Bahia (Velas, 1999), Eu Sou a Multidão (BMG Brasil, 2003), Pierrot e Colombina (YB Music, 2006), parceria com seu marido Marcelo Quintanilha; Misteriosa Dona Esperança (Páginas do Mar, 2007); Flor da Bahia (Independente, 2010) e Antes de Hoje ao vivo (2017) e mais três singles: Dó de Mim, Eu e Meu Amor e Meu Sotaque.

Possui diversas participações em trilhas sonoras para cinema, teatro e televisão e mais de 21 participações como convidada em álbuns e projetos de outros artistas.

 Ela fez a direção artística do CD do sambista Riachão, Mundão de Ouro (2012), indicado ao Prêmio da Música Brasileira 2013, na categoria samba como melhor álbum e melhor cantor. Em 2013, assumiu a direção artística do Selo Friends Music, pelo qual produziu e lançou os álbuns do grupo homônimo Os Marchistas, Não Sei Se Te Contei (EP da cantora Thathi), Eu Inteiro Só (de Marcelo Quintanilha) e o Álbum intitulado “Lázaro”, do cantor baiano Jauperi (produzido em parceria com o Maestro R. Petreca). Este último álbum foi indicado na lista dos melhores discos da América Latina de 2015 pelo site zachary-jones.com.

Recentemente mostrou seu lado escritora com o lançamento do livro infanto-juvenil Eu e Meu Lugar, para a coleção Eu Vim da Bahia, onde conta uma história que entrelaça com a biografia do compositor Riachão, e continua escrevendo novos livros.

VANIA ABREU